Inspire-se, mas também transpire!

O caminho bem trilhado em direção ao seu propósito de vida traz resultados surpreendentes.

A inspiração é fundamental. Inspirar-se naquilo que faz bem! A transpiração é tão fundamental quanto a inspiração, pois sem movimento, busca e trabalho, nada acontece.

Muitos fatores podem inspirar: a arte, o prazer, o dinheiro, os relacionamentos interpessoais, o reconhecimento das pessoas, superação de limites e muito mais.

Para começar, o mais importante é sabermos o que nos inspira porque sabendo o que nos inspira pode nos trazer força e uma dinâmica que podem ser usadas a nosso favor.

Se você parar para pensar pode ser que sinta que o que te inspira seja algo banal, simples demais, mas dê uma chance à sua inspiração e aprofunde mais a respeito, provavelmente você verá muito mais oportunidades do que imagina. Mesmo que em um primeiro momento possa parecer sem sentido.

Outras vezes o que te inspira, pode parecer complexo demais, exigir muitos recursos (físicos, tempo, financeiro), quase inalcançável. Pare um pouco e tente analisar cada ponto a respeito.

Reconhecer o que te inspira é na verdade uma forma de se olhar de frente.

O próximo passo é a transpiração. A transpiração é um segundo movimento. Sem definições, informações e esforço tudo continua igual, parado.

O artista, o gestor, o médico, o trabalhador braçal, ou qualquer outra atividade, mesmo que usem em toda a sua potencialidade a inspiração, sem a transpiração não podem trilhar um caminho.

Fazer: requer cuidado, percepção, conhecimento, informação, etc.

Como fazemos, qual é a dinâmica que usamos, é uma operação.

Aqui chegamos ao ponto em que estamos usando nosso lado emocional e racional ao mesmo tempo.

Quem define essa dinâmica é nosso campo mental operacional. Ufa! Parece tudo muito simples, mas ao mesmo tempo estamos falando de como nosso cérebro funciona.

O lado direito do nosso cérebro é responsável pelo nosso campo emocional, o esquerdo pelo racional e a ponderação entre esses dois campos, é o trabalho do campo mental operacional.

Aquele que opera, é aquele que pondera.

Imagine que em sua vida esses três campos estão trabalhando o tempo todo.

E vamos voltar ao nosso início: o que te inspira? E pelo que você transpira?

Pense, descubra, pondere e escolha.

Você pode muito mais do que imagina!